O óleo, além de poluir a água e a areia, afeta todo um ecossistema!

O que aconteceu?

Desde o começo de setembro manchas gigantescas de petróleo se espalham pelas praias do Nordeste. De onde veio esse óleo? Ainda é incerto. Mas, independentemente de saber como o óleo foi parar no nosso litoral, é importante ter o conhecimento de que até agora mais de 200 localidades foram atingidas, segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).  Tem ideia do quão grave é tudo isso? Especialistas dizem que os danos vão durar décadas. Além de ser considerado o maior acidente ambiental em extensão do litoral do Brasil.

Diego Nigro/Reuters

O óleo e o meio ambiente

Já deu para imaginar a gravidade do óleo no meio ambiente, não é mesmo?  Não é só a água e a areia que estão sendo poluídas, mas também todo um ecossistema. O petróleo é um óleo escuro e denso, que forma uma barreira e impede a penetração de luz. Ao impedir a entrada de luz, o fitoplâncton não consegue realizar a fotossíntese. E o fitoplâncton serve de alimento para o zooplâncton, que também é atingido. Ou seja, toda cadeia alimentar é prejudicada no ecossistema marinho.

Espécies de animais marinhos estão sendo ameaçadas, já que o petróleo é capaz de intoxicar.  Isso pode causar asfixia e morte, peixes e tartarugas são um dos principais animais prejudicados.

Não parando por aí, até as aves são afetadas! Pois ao entrar em contato com a água para pegar o alimento, elas acabam tendo o corpo coberto com o óleo.

Mateus Morbeck/AFP

Encontrou óleo na praia? Cuidado!

Para você que gosta de estar em contato com o mar, é preciso tomar cuidado com o óleo. O contato com a pele pode causar irritação, vermelhidão, coceira e ressecamento, por exemplo. Caso entre em contato com o óleo, lave a pele com água e sabão neutro em abundância.

Se você quer ajudar o pessoal na limpeza das praias, é muito importante que você use os equipamentos de proteção, como luvas de pvc, botas de plástico ou outro material impermeável, roupas de proteção, óculos e máscara.

Não dê bobeira, tome cuidado!

E lembre-se, cuide sempre do meio ambiente!

Andressa Gomide/Acervo Aquasis/AFP

     

342 visualizações, 1 hoje